Identificação do Mestrado em Desenvolvimento Humano

Identificação

Denominação:   Mestrado em Desenvolvimento  Humano:  Formação, Políticas e Práticas Sociais Nível: Mestrado Acadêmico Grande Área: Multidisciplinar – Interdisciplinar Coordenação: Profa. Dra. Edna Maria Querido de Oliveira Chamon

Instituição

Universidade de Taubaté – UNITAU
 
SECRETARIA DO MDH
Tel: (12)36241657
 

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

Pró-reitor: Prof. Francisco José Grandinetti
Rua Visconde do Rio Branco, nº 210 – Centro Tel: (12) 3625-4218 / (12)3625-4151
 
REITORIA
Reitor: Prof. Dr. José Rui de Camargo Rua 4 de Março, nº 432 – Centro
 

Professores Participantes

Alexandra Magna Rodrigues

Nutricionista pela Universidade Federal de Ouro Preto (2000), Especialização em Adolescencia para Equipe Multidisciplinar (2002), Mestrado (2003) em Ciências Aplicadas à Pediatria e Doutorado em Ciências (2007) pela Universidade Federal de São Paulo. É professora Assistente da Universidade de Taubaté – UNITAU no Curso de Nutrição e no Mestrado em Desenvolvimento Humano: Formação, Politicas e Práticas Sociais. Coordena o Curso de Aperfeiçoamento em Nutrição em Saúde Coletiva: Atendimento Ambulatorial da UNITAU. Atua na área de Saúde Materno, da Criança e Adolescente e Desenvolvimento Humano. Mais informações: em Lattes.  

André Luiz da Silva

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1996), mestrado em Ciências da Religião (2003) e doutorado em Ciências Sociais (2011) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É docente efetivo de sociologia, pesquisador do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas de Práxis Contemporâneas e docente do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Humano: Formação, Políticas e Práticas Sociais da Universidade de Taubaté. É pesquisador colaborador do Grupo de Estudos de Práticas Culturais Contemporâneas da PUC-SP. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana, e na área de Sociologia da Cultura. Pesquisa os seguintes temas: conflito simbólico, religiosidade, identidade, diversidade cultural, cultura popular, mediação cultural e políticas culturais. Mais informações: em Lattes.

Angela Michele Suave

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade do Vale do Paraíba (2002), mestrado em Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social PUC/SP pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009) e doutorado em Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social PUC/SP pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2016). Atualmente é professor assistente da Universidade de Taubaté. Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social, atuando principalmente nos seguintes temas: serviço social, movimentos sociais, família, trabalho e direitos sociais. Mais informações: em Lattes.

Débora Inácia Ribeiro

Doutora em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2018). Mestre em Desenvolvimento Humano pela Universidade de Taubaté – UNITAU (2013). Graduada em Psicologia pela Universidade Salesiana de Lorena – UNISAL (1992) e especialista em Educação e Cultura pela UNITAU (2009). Áreas de atuação: Psicologia Clínica Humanista/Existencial, Psicologia Escolar e Psicologia da Saúde. Professora no Departamento de Psicologia da Universidade de Taubaté. Mais informações: em Lattes.

Edna Maria Querido de Oliveira Chamon

Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade Nogueira da Gama (1991), graduação em Sciences de L Education – Université de Toulouse II (Le Mirail) (1994), mestrado em Sciences de L Education – Université de Toulouse II (Le Mirail) (1995), doutorado em Psicologia – Université de Toulouse II (Le Mirail) (1998) e pós-doutorado em Educação na UNICAMP (2003). Atualmente é professora assistente doutora da Universidade de Taubaté (UNITAU), em Taubaté, SP e Pesquisador colaborador na Universidade de Campinas (UNICAMP) no Departamento de Arquitetura e Construção da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo. Tem experiência em Educação a Distância (Implementação e Gestão de Cursos e Materiais), além avaliação institucional e de cursos (SINAES e CEE). É assessora ad hoc da FAPESP e do CNPq, da ANPEPP e do JIRS. É membro de corpo editorial e científico de várias revistas nacionais e internacionais. Trabalha em Projetos Institucionais: PIBID (Capes) (Construção e Implementação), e Projeto Procampo. Criou e Coordena o Mestrado Interdisciplinar de Desenvolvimento Humano. Coordena projetos de pesquisa com fomento do CNPq e da CAPES. Atua nas áreas de Pesquisa em Psicologia Social, Educação e Educação do Campo, com ênfase em representação social e identidade profissional. Seus temas de interesse concentram-se nas seguintes áreas: representação social; educação do campo, estresse e coping; qualidade de vida no trabalho; e, identidade profissional. Mais informações: em Lattes.

Elisa Maria Andrade Brisola

Possuo graduação em Serviço Social pela Universidade do Vale do Paraíba (1984); mestrado e doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1996 e 2003 respectivamente). Atualmente sou professora assistente da Universidade de Taubaté. Tenho experiência na área de assistência social e saúde e um forte compromisso com a formação profissional. Na UNITAU coordeno um Projeto de Extensão ” Assessoria à Implementação do SUAS nos municípios do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira”. Atuo no ensino e na pesquisa, coordenando o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas Sociais – NEPSS. Atualmente, componho o corpo permanente do Mestrado Interdisciplinar “Desenvolvimento Humano: políticas sociais e Formação” da Universidade de Taubaté, coordenando a linha de pesquisa de Políticas Sociais, ministrando aulas e orientando alunos. Também coordeno o curso de especialização “Política Social e Trabalho Social com famílias”. Mais informações: em Lattes.

Juliana Marcondes Bussolotti

Possui graduação em Artes com licenciatura em Artes Cênicas ECA – USP. Mestrado em Ciências Ambientais pela Universidade de Taubaté – UNITAU. Doutora em Geografia UNESP – Rio Claro, SP. Professora assistente III da Universidade de Taubaté (professora desde 2001 no Departamento de Gestão e Negócios), desde 2009 atua na EAD – Unitau. Atualmente é Coordenadora de Área de Linguagens e Códigos e do curso de Licenciatura em Geografia no Núcleo de Educação a Distância da EAD – Unitau. Participa do Programa de Pós-graduação em Educação e Desenvolvimento Humano (PPGEDH) da Unitau.Trabalhou de 1980 até 1998 na educação básica. Tem experiência na área de Turismo receptivo e ecoturismo (gerência em hotelaria por mais de 17 anos). Participa de grupos de pesquisa, tais como: Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Saberes e Práticas em Educação à Distância; Conservação da Natureza da Zona Costeira; Paisagens Multifuncionais: Gestão, Proteção, Sustentabilidade, Resiliência, Riscos; Uso Público em Áreas Protegidas do Estado de São Paulo. Atua como consultora na área de educação, educação ambiental, Unidades de Conservação e Turismo. Participa de organizações não governamentais desde 1991 em projetos e representação em conselhos de Unidades de Conservação. Cursando pós-graduação em Designer Instrucional na UNIFEI. Mais informações: em Lattes.

Leticia Maria Pinto da Costa

Graduada em Comunicação Social – Jornalismo (1996) e Publicidade & Propaganda (1994) pela Universidade de Taubaté, mestre (2002) e doutora (2007) em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo. Atualmente é professora assistente-doutora, concursada, da Universidade de Taubaté, coordenadora do curso de pós-graduação (lato sensu) em Comunicação e Marketing Político da Universidade de Taubaté, professora do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano da Universidade de Taubaté e dos cursos de Pós-graduação em Gestão de Pessoas, em Gestão de Marketing e em Administração da FAAP – São José dos Campos. Tem experiência na área de Comunicação Corporativa, com ênfase em Assessoria de Imprensa e Relações Públicas. Mais informações: em Lattes.

Márcia Maria Dias Reis Pacheco (colaboradora)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1992), Mestrado em Educação: Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e Doutorado em Educação: Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2008). Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade de Taubaté efetivo (2010), lotado no Departamento de Pedagogia, concursada na disciplina de Didática com atuação na graduação e pós-graduação.Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Didática, Didática do Ensino Superior e Psicologia da Educação. Atua como Supervisor de Ensino pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. Compõe o corpo permanente de docentes do curso de Mestrado Interdisciplinar de Desenvolvimento Humano: formação, políticas e práticas sociais. Suas Áreas de Pesquisa são: Formação de Professores, Avaliação Educacional e Políticas Públicas. Mais informações: em Lattes.

Maria Angela Boccara de Paula

Graduação em Enfermagem pela Universidade de São Paulo (1986) , especialização Saúde Pública – UNITAU(1998) e Estomaterapia – EEUSP ( 1993),Mestre e Doutor em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (2000; 2008). Professor Assistente Doutor do Departamento de Enfermagem da Universidade de Taubaté. Coordenador do Curso de Especialização ( Latu-Senso) de Enfermagem em Estomaterapia da Universidade de Taubaté.Docente do Curso de Mestradoem Desenvolvimento Humano (Strictu Senso) da Universidade de Taubaté. Membro Titular da Associação Brasileira de Enfermagem em Estomaterapia:estomas, feridas e incontinências (TiSOBEST),Membro do World Council of Enterostomal Therapist (WCET).Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Estomaterapia, atuando principalmente em estomaterapia e saúde coletiva, assistência, ensino e pesquisa.Desenvolve trabalho integrado com profissionais de Saúde e Educação especialmente relacionado as ações de Educação em Saúde. Mais informações: em Lattes.

Maria Aparecida Campos Diniz de Castro

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade de Taubaté (1983), mestrado em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995), doutorado (2000) e Pós-doutorado em Educação: Psicologia da Educação (2004-2006) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo com pesquisa realizada sobre o tema “A Constituição dos Saberes, o Pensar e o Agir mais Resiliente na Gestão: Percursos de Formação e Desenvolvimento Profissional”, sob orientação da Profª Drª Vera Maria Nigro de Souza Placco. Foi professora colaboradora doutora da Universidade de Taubaté, no quadro docente efetivo do Departamento de Pedagogia. Foi membro do Conselho Universitário da UNITAU, Coodenadora Geral da Central de Estágios (2006-2010) e responsável pela Coordenação Pedagógica da Educação a Distância na Universidade de Taubaté (2006-2011). Ocupou o cargo em comissão de Diretora na Secretaria de Educação Municipal de Taubaté, entre janeiro de 2012 a novembro de 2014. Atualmente atua como: pesquisadora e coordenadora de projetos de pesquisa financiados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional CAPES e PIBID; coordenadora do grupo de pesquisa e linha 3 e docente do Mestrado em Desenvolvimento Humano: Formação, Politicas e Práticas Sociais; professora dos cursos de pós-graduação em diversas áreas com a disciplina Didática e Metodologia do Ensino Superior e Psicologia da Educação e do Desenvolvimento e Programas de Formação Continuada numa parceria da Universidade com a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo; coordenadora do curso de Pós-graduação em Gestão Escolar para formação de profissionais da educação para Administração, Planejamento, Inspeção, Supervisão e Orientação Educacional para Educação Básica; e por fim atua também como professora adjunta e pesquisadora do Centro Universitário Modulo e da Universidade Cruzeiro do Sul. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Gestão Educacional e Formação Continuada, especialista nos seguintes temas: Desenvolvimento humano, aprendizagem e cognição do adulto, formação profissional docente, constituição dos saberes pedagógicos, gestão escolar e resiliência. Mais informações: em Lattes.

Maria Auxiliadora Ávila dos Santos Sá

Pós-doutorado no Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC/CCHS), Madri, Espanha (2010). Doutora em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004), Mestre em Educação (Psicologia da Educação) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999) e graduada em Serviço Social pela Universidade de Taubaté (1974). Como assistente social atuou nas áreas da assistência social, educação e saúde. Atualmente, é professora aposentada na Universidade de Taubaté, com inserção na graduação e na pós-graduação (lato sensu), lecionando as disciplinas Política Social, Metodologia do Trabalho Científico, Didática do Ensino Superior e Relações entre Escola e Família. É docente no Mestrado Interdisciplinar em Desenvolvimento Humano: formação, políticas e práticas sociais. Participou em bancas de Mestrado e Doutorado em Programas de Pós-graduação em Educação, Fonoaudiologia e Liguística, em razão de seu trabalho e estudo sobre o envelhecimento. Como coordenadora do Núcleo de Estudos sobre Desenvolvimento Humano, Envelhecimento e Gênero, desenvolve pesquisas sobre política social do idoso, envelhecimento (desenvolvimento) vital e profissional na perspectiva de gênero. Mais informações: em Lattes.

Mariana Aranha de Souza (colaboradora)

Mestre e Doutora em Educação (Currículo) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2006, 2011) e graduada em Pedagogia pela Faculdade Maria Augusta Ribeiro Daher (2001). Atualmente é professora visitante do Mestrado Interdisciplinar em Desenvolvimento Humano: Formação, Políticas e Práticas Sociais e do Mestrado Profissional em Educação da Universidade de Taubaté e também pesquisadora do GEPI (Grupo de Estudos e Pesquisas em Interdisciplinaridade) da PUC/SP. Tem experiência como Administradora Escolar em Centros Educacionais de Educação Básica e Educação de Jovens e Adultos do Serviço Social da Indústria do Estado de São Paulo, e como Professora Universitária e de Educação Básica. Atua principalmente com os seguintes temas: interdisciplinaridade, currículo, formação de professores e gestão. Mais informações: em Lattes.

Marluce Auxiliadora Borges Glaus Leão

Graduação em Psicologia (1983), especialização em Psicologia Analítica (1987) e em Pedagogia Empresarial (1993), mestrado (2000) e doutorado (2005) em Ciências Biomédicas, área de concentração – Saúde Mental, pela Universidade Estadual de Campinas. Docente da Universidade de Taubaté desde 1995, com atuação no curso de Psicologia, na extensão universitária e pós-graduação. Do trabalho com adultos trabalhadores resultou meu foco de estudos, prática docente e profissional: Saúde Mental & Trabalho, Saúde Mental & Envelhecimento e Desenvolvimento Humano. Coordeno desde 2001 um programa de extensão universitária de atenção integral ao envelhecimento, desenvolvendo ações em dois grandes eixos:a gerontologia educacional e a educação gerontológica. Sob a perpectiva da promoção de saúde, trabalho com otimização cognitiva e com a memória autobiográfica como vetor e método de pesquisa e de intervenção psicológica com idosos. Participo do corpo permanente de docentes do curso de Mestrado Interdisciplinar em Desenvolvimento Humano: formação, políticas e práticas sociais.Tenho especial interesse pela Teoria Bioecológia de desenvolvimento humano, relacionada aos estudos sobre resiliência, envelhecimento e trabalho e o uso das narrativas autobiográficas em pesquisas. Mais informações: em Lattes.

Marilza Terezinha Soares de Souza

pos graduação em Psicologia pela Faculdade Salesiana de Filosofia Ciências e Letras de Lorena (1979), mestrado em Saude Mental pela Universidade Estadual de Campinas (1998), doutorado em Psicologia (Psicologia Clínica) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). Professora aposentada do Departamento de Psicologia da Universidade de Taubaté. Possui experiência em pesquisa na área de Psicologia, com ênfase em: pesquisa quantitativa e qualitativa, família, resiliência psicológica e desenvolvimento humano. É especialista em Análise Transacional e em Terapia Familiar pelo Chicago Center for Family Health -USA. Atua como psicoterapeuta desde 1980. Atualmente trabalha com Psicoterapia de Casais e Famílias, é Pós-doutoranda na Universidade São Francisco, professora do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano e no Curso de Especialização em Terapia e Orientação Familiar da Universidade de Taubaté. No momento realiza investigação sobre mudanças no processo psicoterápico. Mais informações: em Lattes.

Patricia Diana Edith Belfort de Souza Camargo Ortiz Monteiro

Graduada em Agronomia pela Universidade de Taubaté. Especialista em Planejamento e Manejo de Unidades de Conservação (CATIE/Costa Rica). Especialista em Turismo e Meio Ambiente (SENAC/CEATEL). Especialista em Gestão Ambiental (USP). Doutora em Ciências Ambientais pela Universidade de Taubaté. Consultora em Turismo e Meio Ambiente. Atualmente é Professora Assistente Doutora da Universidade de Taubaté, Coordenadora Geral da Educação a Distância e Diretora Executiva da Empresa de Pesquisa, Tecnologia e Serviços da Universidade de Taubaté. Experiência de 18 anos em consultorias e de 13 anos em projetos sócio ambientais, em parceria com Unidades de Conservação/Programas de Interação Sócio-ambiental e Uso Público. Atua nos temas: Educação, Educação a Distância, Educação Ambiental, Unidades de Conservação, Turismo Sustentável e Comunidades Tradicionais. Mais informaçõ
es: em Lattes.

Rachel Duarte Abdala

Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (1999), graduação em Licenciatura em História pela Universidade de São Paulo (1999), mestrado em Educação pela Universidade de São Paulo (2003) e doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2013). Atualmente é professora assistente da Universidade de Taubaté e professor assistente da Universidade de Taubaté. Tem experiência na área de História, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: fotografia, representação, educação, cultura e reforma. Mais informações: em Lattes.

Renato de Sousa Almeida

 Possui graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1995), mestrado em Neurociências e Comportamento pela Universidade de São Paulo (2000) e doutorado em Neurociências e Comportamento pela Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é professor assistente doutor da Escola Superior de Cruzeiro e professor assistente doutor da Universidade de Taubaté. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em neurofisilogia e fisiologia do exercício, atuando principalmente nos seguintes temas: neurotransmissão, fisiologia do exercício, atividade física e saúde no envelhecimento. Mais informações: em Lattes.

Teste

Suzana Lopes Salgado Ribeiro (colaboradora)

Graduou-se em História pela Universidade de São Paulo (bacharelado 1998 e licenciatura 2003), onde também concluiu seu mestrado (2002) e seu doutorado (2007) em História Social. Atualmente, é Diretora da Fala Escrita, professora da UNIP – Universidade Paulista e da FASC Faculdade Santa Cecília. Realiza seu Pós-doutoramento no do Centro Simão Mathias de História da Ciência, CESIMA – PUC-SP e é pesquisadora do Núcleo de Estudos em História Oral, Neho USP e do Grupo de Estudos em Novas Narrativas, GENN – USP. Lecionou na Universidade Agostinho Neto, em Luanda – Angola (2005) e realizou estágio de pesquisa no Oral History Research Office da Universidade de Columbia, em Nova York – EUA (2006). É autora de livros. Entre suas principais obras estão: “Guia prático de História Oral” (2011), “Vozes da marcha pela terra” (indicado para o prêmio Jabuti em 1998), “Vozes da Terra – história de vida dos assentados rurais de São Paulo” (2005) e “Produção do conhecimento histórico” (2009/2010), além artigos em livros e periódicos. Desenvolveu ainda materiais de apoio acadêmico e ministrou cursos para a Universidade Aberta do Brasil – UAB. Tem experiência de pesquisa e de docência em História, Artes, Comunicação e Metodologia de Pesquisa, atuando principalmente com os seguintes temas: Procedimentos Metodológicos, Memória, Identidade, Direitos, Cidadania e Educação. Atualmente ampliou sua área de atuação ao realizar trabalhos com pesquisa e organização de acervos institucionais junto a equipe de trabalho que coordena na Fala Escrita. Mais informações: em Lattes.